10 novembro 2016

Virgindade e pureza são a mesma coisa?

Fotografia de Viktor Hanacek

“Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente. ”
- Filipenses 4.8
    Para começarmos o debate lhe pergunto: “é possível uma pessoa ser virgem e não ser pura? ”, ou melhor, “será que existe uma pessoa pura que não é virgem? ”. Antes de tudo vamos analisar, o que essas duas palavras significam e em seguida, continuaremos com o assunto.


    No dicionário a palavra VIRGEM significa “que nunca teve relações sexuais; que nunca foi tocado; que está intacto”, já a palavra PUREZA significa “qualidade do que é puro; transparência; limpeza; inocência”, mas então voltamos a questão, será possível alguém que é virgem não ser puro? A resposta é sim, pois na atualidade muitas jovens perderam o verdadeiro sentido e significado da virgindade, algumas concluem que apenas conserva o hímen já é o suficiente para concluir a sua aliança com Deus.
     Mas, para a tristeza de muitas, digo, que a virgindade é apenas um resultado de uma longa caminhada na pureza. Então se você é aquela jovem que oferece seu corpo (tirando fotos ousadas e utilizando roupas minúsculas), preenche sua vida com coisas sem pudor (pornografia, conversas e jogos sexuais), tem um namoro ousado (que quando estão a sós, vale tudo, menos a sexo em si) e tem pensamentos impuros, saiba que Deus estará mais interessado em restaurar a sua pureza do que no seu voto de castidade.

“Será que existem pessoas puras que não são virgens? ”
     Então chegamos a questão que algumas meninas se questionam. Sim, é possível uma pessoa ser pura e não ser virgem, pois algumas reconhecem que cometeram um erro, outras foram enganadas e há outras que infelizmente foram roubadas. Sim, roubadas. Como por exemplo, quando as mulheres são estupradas, infelizmente elas tiveram a sua escolha furtada, mas mesmo assim continuam puras e podem fortalecer sua dignidade com coisas espirituais e podem sim se guarda para o casamento e considerar aquele momento como a sua primeira vez.
    Então concluo que, existem pessoas impuras mesmo sendo virgens e também existem pessoas puras mesmo quando não são mais virgens. E que não basta apenas guarda a virgindade para agradar a Deus, se seus pensamentos, seu relacionamento e seu estilo de vida não condizem com o verdadeiro sentido da virgindade, que é se manter puro.
    Gostou? Se sim, e deseja saber mais sobre o que é pureza para Deus leia 1 Tessalonicenses 4.1 e 3.8. Espero verdadeiramente ter respondido as suas curiosidades, deixe nos comentários o que achou da postagem e se faltou algo a ser dito, e se tiver faltado farei uma nova postagem concluindo o assunto. Um enorme beijo e até a próxima postagem.

Com amor, Evellyn!